Llámanos al 956 261 604
o
¿Prefieres que te llamemos gratis?
Indique-nos os seus dados pessoais e assim que possível um profissional irá entrar em contacto consigo.
Enviar
rapariga a praticar uma condução defensiva
rapariga a praticar uma condução defensiva

10 Dicas para praticar uma condução defensiva

A condução defensiva é um estilo de condução que todos os condutores devem adotar, de forma a prevenir, evitar e não provocar acidentes na estrada.

Existem muitos fatores que podem afetar a condução: as condições da própria estrada, as condições meteorológicas e até mesmo o comportamento dos outros utilizadores da via pública (sejam eles condutores ou peões).

Neste artigo, vamos enumerar algumas dicas e comportamentos fundamentais que deve adotar na estrada, para minimizar potenciais incidentes.

1. A condução defensiva começa…na preparação

Apesar da preparação para a viagem não fazer exatamente parte do ato de conduzir, ela é de grande importância. É por isso que, independentemente do percurso ou da duração da viagem, deve fazer sempre uma verificação geral ao estado do veículo, às condições de tráfego, atmosféricas, e às suas próprias necessidades pessoais (se estiver muito cansado ou com sono, por exemplo, não conduza de todo).

2. Respeite sempre a distância de segurança

Já na estrada, este é provavelmente um dos comportamentos mais importantes a adotar no que diz respeito à condução defensiva. A distância de segurança é o espaço disponível para, em caso de acidente ou colisão iminente, ter tempo suficiente para imobilizar o veículo. Para além disso, ela permite que todos os condutores tenham mais espaço de visibilidade, de ação e de reação.

Por isso, quando alguém estiver a conduzir muito devagar, não se cole à traseira do veículo da frente. Aguarde e respeite a distância de segurança. Se estiver com pressa, sinalize a ultrapassagem e avance com cuidado.

3. Evite ser uma fonte de distração para outros condutores

Falamos de, por exemplo, má conduta e linguagem inapropriada. É muito comum, na estrada, ouvirem-se palavrões dirigidos a outros condutores. Além de ser rude, este comportamento pode causar distrações e melindrar outros condutores, colocando em causa a segurança de todos.

4. Garanta que é visto pelos outros condutores

Para praticar uma condução defensiva, é ainda importante que consiga ver os outros carros e ser visto. Por isso, quando fizer alguma manobra na estrada, assegure-se de que os outros condutores o vêem e percebem quais são as suas intenções.

5. Não utilize o telemóvel em andamento

Para além de ser (e com razão) motivo de multa, conduzir com telemóvel é uma verdadeira falta de respeito para com os outros condutores. Mostra que não está a prestar a devida atenção a um ato que exige tamanha responsabilidade.

Ler mais: Sabe como funciona a carta por pontos? Nós explicamos

6. Respeite as faixas de trânsito

Conduza sempre na faixa da direita e faça ultrapassagens pela faixa da esquerda. Não é difícil, pois não? Ao posicionar-se corretamente na sua faixa, não só está a praticar um estilo de condução defensiva, como ainda está a permitir que os outros condutores façam as suas manobras em total segurança.

7. Não acelere ou trave a fundo desnecessariamente

Um estilo de condução agressivo vai contra as regras da condução defensiva. Por isso, adeque o seu comportamento às diversas situações. Não acelere ou trave a fundo desnecessariamente e tente sempre ter um estilo de condução calmo e fluído. Para além disto, esta também é uma boa dica para poupar combustível e para prolongar a vida útil do seu automóvel.

8. Sinalize todas as suas intenções

A sinalização deve ser sempre feita se pretender mudar de direção, de faixa, parar, ultrapassar, estacionar, etc.

Mesmo que não exista nenhum outro condutor na estrada, o ato de sinalizar vai fazer com que este comportamento se torne natural para si, e permite-lhe criar um automatismo saudável.

Não sinalizar as suas intenções é o mesmo que dizer aos outros condutores que não se importa com eles. Para além de ser um mau hábito, é uma atitude que coloca em causa a segurança dos outros e que pode dar origem a acidentes.

9. Preveja e antecipe

Um mecanismo importante da condução defensiva é a capacidade de prever e antecipar comportamentos ou cenários indesejados.

Leia cuidadosamente todos os dados e informações ao seu redor e efetue um raciocínio causa-efeito.

Antecipe os cenários indesejados e comporte-se de forma defensiva, sob pena de aquilo que prevê se torne realidade. Como diz o ditado “mais vale prevenir do que remediar”, por isso atue antes de ser necessário.

Ler mais: Sistema ADAS: a tecnologia ao serviço da segurança da estrada

10. Reconheça se não estiver em condições para conduzir

Se pegar num carro num estado de stress, ansiedade ou cansaço muito elevados, é provável que seja um condutor menos atento e defensivo. Evite conduzir em estados emocionais ou psicológicos alterados e, opcionalmente, peça a alguém para levar o carro, apanhe boleia ou vá de transportes públicos. Todos ficarão a ganhar.

Outras Notícias

Como verificar o óleo do motor?

Incentivos carros elétricos: conheça o que vigora em 2023

Como preencher a declaração amigável em caso de acidente